JVJ = JORNADAS VICARIAIS DA JUVENTUDE DA AMADORA

No passado domingo, 17 de fevereiro, do ano em curso, tocou à nossa Paróquia da Damaia, acolher as Jornadas da Juventude das Paróquias da Vigararia da Amadora (JVJ) e foram 200, aproximadamente, os Jovens que se inscreveram e participaram.

MISSÃO foi o tema central, uma vez que em Portugal, se está a viver um ANO MISSIONÁRIO que culminará no próximo mês de outubro, MÊS EXTRAORDINÁRIO DA MISSÃO, decretado pelo Papa Francisco.

 

Assim, na parte da manhã, os Jovens foram divididos em Grupos e cada um deles foi desempenhar, ou participar em diversas ações missionárias, nos mais diversos lugares da Paróquia.

Ao nosso Centro Social veio um Grupo de 37 jovens a fim de conhecerem, um pouco, o Carisma missionário da Congregação, a nossa ação e presença neste Bairro degradado, das periferias de Lisboa, e despertar para o Voluntariado.

Ao chegar ao Bairro, o Grupo deteve-se um pouco no mesmo, para ver os efeitos degradantes e impressionantes, aumentados pelas demolições já realizadas, ou deixadas a meio, e pela abundância de traficantes e consumidores de drogas, em que vivem as Famílias que aqui ainda permanecem.

Chegados ao Centro Social e após tomarem um café e uns bolinhos, o grupo foi dividido em vários pequenos Grupos e foi-lhes pedido a cada um, que referisse as Paróquias de onde provinham e que pensasse numa pergunta relativa ao local onde se encontravam, ao que tinha visto no Bairro, ou sobre a vida e missão das Irmãs. As perguntas foram mais ou menos as seguintes:

            .Porquê esta iniciativa das Irmãs de trabalharem nestes bairros? .Que tipo de apoio dão as Irmãs e o Centro Social às pessoas? . Quem financia as Irmãs? . Porquê estão a destruir o Bairro? . As pessoas que têm que sair do Bairro ficam com casa?

Todos mostraram muito interesse e foram muito participativos nas respostas que se foram dando às perguntas feitas por eles, resultando bem interessante e interativo o diálogo. Por fim, fizemos-lhe a seguinte pergunta, para também ser respondida em grupo: “O que é que vocês levam desta visita, deste nosso Encontro”? As respostas obtidas foram, aproximadamente, as seguintes:

            1.Vemos as pessoas de maneira diferente e ficamos mais sensibilizados. 2.O facto das Irmãs terem dado apoio às pessoas que vinham do estrangeiro, migrantes, é muito significativo. 3. O ficarmos a saber o que é ser Missionário e saber o que se passa aqui; nós também devemos dar um pouco mais de nós e podemos ser Voluntários. 4.Impressionou-nos a degradação que existe e o intenso tráfico de drogas. 6. O exemplo das Irmãs.

Nós, Irmãs, ficamos muito contentes como o Encontro tinha decorrido e parecia evidente, também, a alegria que os Jovens expressavam. Assim que demos e damos GRAÇAS A DEUS!

 

contactos

Contactos

tlf: +351 214 762 660
fax: +351 214 742 271
e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Morada

Estrada Militar, nº 48
2700-588 Venda Nova
Amadora - Portugal

visitantes

Temos 4 visitantes e sem membros em linha

Contactos

Copyright © 2013 Centro Social 6 Maio.